terça-feira, 23 de outubro de 2018

Frigineco









Dei por mim incrédula ao perceber que ainda não estava publicado aqui no nosso cantinho a tão famosa receita do meu Frigineco! Receita que me consagrou finalista e vencedora da categoria de Entradas e Sopas n' A Mesa dos Portugueses 2016! Recordo com muita saudade este ano e as pessoas que tive o prazer de conhecer... Recordo com saudade os elogios que mereci e a aventura extraordinária que foi confecionar um prato do seio da minha família num hotel repleto de requinte e elegância... Recordo com saudade os tempos que já lá vão e os sabores que ainda hoje guardo na minha memória... Recordo com saudade tudo o que vivi e que ainda quero viver...


Frigineco

INGREDIENTES (6 PESSOAS)
800g de Cachaço de porco (sem osso)
200g de Cachola (fígado de porco)
6 Dentes de Alho esmagados
2 Folhas de Louro
2 Malaguetas secas
1 Colher (chá) de Cominhos
1 Colher (chá) de Pimentão doce
100ml de Vinho branco
4 Colheres (sopa) de Vinagre
Sal, Azeite e Pimenta preta
Coentros

PREPARAÇÃO
De véspera, corte as carnes em pequenos pedaços e deite numa vasilha. Junte os alhos, as folhas de louro retalhadas, as malaguetas picadas, os cominhos, o pimentão doce, o vinho, o vinagre e tempere com sal e pimenta moída na hora. Envolva e deixe a marinar no frio durante a noite. No dia de cozinhar, regue generosamente o fundo de um tacho largo com azeite e leve ao lume. Aqueça e junte a carne com toda a marinada. Cozinhe em lume forte, mexendo frequentemente, até a carne estar tenra e o molho bem reduzido e apurado. No último minuto, borrife com um pouco de vinagre e deixe reduzir. Retire do lume e envolva um punhado de coentros picados. Sirva com azeitonas e um bom pão fresco.

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

A Tasca do Gin - Gin Mare (Perfect Serve 5)


Hoje os sabores são mediterrâneos com um gin único que dispensa qualquer tipo de apresentação! Um perfect serve fantástico com aromas e cores típicos de terras mediterrânicas! Ideal para qualquer ocasião e perfeito para iniciar uma refeição, também ela cheia de aromas caraterísticos, como o meu Bacalhau com Chouriço e Alecrim (ver receita)! Obrigado A Tasca do Gin... Adorei esta apresentação!



Gin Mare (Perfect Serve 5)

5cl de Gin Mare
2 Tomates cereja
2 Folhas de Manjericão
1 Raminho de Alecrim
20cl de Água tónica Fever-Tree Indian

Gele o copo com algumas pedras de gelo. Com a ajuda de um Strainer ou coador retire a água que entretanto se formou no fundo do copo. Corte o tomate cereja em 3 rodelas e coloque-as num palito alternando com as folhas de manjericão. Coloque no copo do nosso gin tónico juntamente com o alecrim. Adicione o gin e com a ajuda da colher de bar mexa ligeiramente para que os aromas se espalhem por todo o interior do copo. Acabe de encher o copo com gelo e verta a água tónica com muito cuidado para que as bolhas não rebentem. Para este efeito pode utilizar as costas da colher de bar, deixando correr a água através do cabo da colher de bar ou simplesmente deitar por cima do gelo. Com a ajuda da colher de bar rode com muito cuidado todo o conteúdo para que os aromas se misturem.


terça-feira, 16 de outubro de 2018

Pão - 9 Sugestões d' O Tempero


Celebra-se hoje mais um Dia Internacional do Pão! Um alimento que pela sua versatilidade pode dar origem a um sem número de receitas super apetitosas e atrativas! A minha costela alentejana faz-me adorar pão de todas as formas e feitios... É um alimento que por si só já faz um festim! Para celebrar todos estes sabores e aromas, deixo aqui 9 agradáveis sugestões que poderá encontrar n' O Tempero, para que possa aproveitar ao máximo as potencialidades do alimento mais popular do mundo!

- Ensopado de Polvo com Chouriço e Vinho Tinto
- Sopa de Abóbora com Croutons de Parmesão
- Bruschetta de Requeijão com Pesto Rosso
- Salada de Tomate e Queijo com Molho de Ervas
- Gaspacho à Alentejana
- Bocadillos de Camembert e Salmão Fumado
- Caçarola de Tomate
- Ovos Mexidos à Alentejana
- Crostini de Queijo de Cabra Gratinado

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Tartine de Figos com Mel e Requeijão


E assim se prepararam aqueles que penso serem os últimos figos do ano! É caso para dizer "Para o ano há mais"! Algo muito simples mas cheio de requinte, óptimo para petiscar com uma boa taça de vinho e sempre em boa companhia! Adoro estas delícias feitas com figos!




Tartine de Figos com Mel e Requeijão

INGREDIENTES (4 TARTINES)
4 Fatias de Pão rústico
1 Requeijão de cabra
4 Figos maduros
Mel
1 Punhado de Amêndoas
Azeite e Pimenta preta

PREPARAÇÃO
Disponha as fatias de pão num tabuleiro e leve ao forno pré-aquecido a 200º até estarem estaladiças. Enquanto isso, toste rapidamente as amêndoas numa frigideira quente. Pique grosseiramente e reserve. Retire o pão do forno, regue com um fio de azeite e barre as fatias generosamente com requeijão. Disponha os figos cortados em quartos sobre cada tartine, tempere com uma pitada de pimenta moída na hora e finalize com um fio generoso de mel. Guarneça com as amêndoas tostadas e sirva de imediato.


terça-feira, 2 de outubro de 2018

Frango na Caçarola com Coentros e Cogumelos

Pouco há a dizer sobre aqueles receitas que nos enchem a alma por tão bem que sabem! Receitas simples mas com sentido, com sabor e com textura! Receitas que apetecem fazer... Receitas que apetecem comer... Receitas que nos fazem dizer... Huuummmm, está tão bom!


Frango na Caçarola com Coentros e Cogumelos

INGREDIENTES (4 PESSOAS)
1 Frango em pedaços
1 Cebola laminada
4 Dentes de Alho picados
2 Punhados de Coentros
1 Malagueta vermelha
300g de Cogumelos frescos
200g de Polpa de tomate
200ml de Cerveja
Sal, Azeite e Pimenta preta

PREPARAÇÃO
Regue o fundo de uma caçarola com um fio de azeite e distribua a cebola, os alhos, os ramos de coentros e a malagueta picada. Disponha os pedaços de frango numa só camada e espalhe os cogumelos cortados grosseiramente. Distribua a polpa de tomate, regue com a cerveja e tempere com sal e pimenta moída na hora. Finalize com um fio de azeite, tape a caçarola deixe cozinhar em lume brando, sem mexer, até a carne estar tenra e suculenta e o molho reduzido e apurado. Guarneça com folhas de coentros e sirva com arroz ou batata frita.


sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Arroz Tostado com Atum e Cebolada







Existem receitas que por um ou outro motivo relembram os sabores de infância e junta as memórias soltas de aromas de outros tempos ainda tão presentes... tão reais... tão únicos! A receita de hoje é um bom exemplo disso! Uma receita capaz de agradar a todos, sempre com boa disposição e vontade de repetir! Uma receita que junta a família à mesa em torno de boas lembranças e histórias que passam de geração em geração! Fica a receita:


Arroz Tostado com Atum e Cebolada

INGREDIENTES (6 PESSOAS)
300g de Arroz agulha
3 Cebolas laminadas
4 Dentes de Alho picados
2 Cenoura raladas
250g de Atum em azeite
100g de Polpa de tomate
1 Punhado de Salsa
Azeite, Sal e Pimenta preta
20g de Pão duro
50g de Queijo parmesão

PREPARAÇÃO
Coza o arroz como o habitual, no dobro da quantidade de água temperada com sal e um fio de azeite, até estar macio. No final, mexa o arroz com um garfo para soltar os grãos. Reserve. Na picadora, triture o pão com o queijo e reserve. Regue o fundo de um tacho com azeite e refogue as cebolas em lume brando, mexendo regularmente. Junte os alhos e as cenouras e deixe refogar mais alguns minutos. Adicione o atum escorrido, a polpa de tomate e a salsa finamente picada. Tempere com sal e pimenta moída na hora e deixe apurar. Retire do lume e envolva delicadamente com o arroz. Deite o preparado numa assadeira e polvilhe com a mistura de pão com queijo ralado. Leve ao forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 20 minutos, até tostar. Sirva com uma salada de folhas verdes.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Festival do Polvo | Arroz de Polvo com Vinho Tinto


E foi no Sudoeste Alentejano, num cenário único e singular, que mais uma ano se realizou o Festival do Polvo da Zambujeira do Mar! Um lugar abençoado por uma riqueza natural que anda de braço dado com produtos de uma qualidade pura e genuína! Tudo nestas terras é único e mágico... Tudo nestas terras nos faz sentir como é bom apreciar o verdadeiro sabor dos alimentos e a genuinidade da comida caseira feita por quem sabe! Um recordar de memórias e um despoletar de emoções que nos faz sentir como é bom apreciar as coisas simples da vida!

O Festival do Polvo foi uma vez mais um sucesso que juntou gentes da terra e gentes de fora... Gente com vontade de apreciar uma gastronomia riquíssima em saberes e sabores numa paisagem incrível com a praia da Zambujeira do Mar como pano de fundo! Uma festa que encerra a época de verão e que alia tradição e sabor, numa celebridade repleta de animação, cantares alentejanos e boa comida! Tudo isto com os melhores pratos e petiscos de polvo que foram apreciados nos diversos restaurantes da localidade onde o lema seria apenas um: "Prove aqui o melhor polvo do mundo"!

Todos os anos tento levar até à Zambujeira pratos típicos feitos à moda lá de casa! Pratos com sentido, com sabor, com memórias, capazes de evocar as mais inúmeras sensações e recordações de tempos que já lá vão! E foi assim que o meu Arroz de Polvo com Vinho Tinto foi apresentado aos comensais que assistiram à sua confeção e me deram a honra de degustar este prato em plena Rua Miramar! Um prato tradicional português, apreciado pela maioria e muito procurado por quem visita o nosso país, feito de uma forma diferente da tradicional, conferindo-lhe assim um toque único em cor e sabor que conquistou e surpreendeu o público! O showcooking foi um sucesso e encheu-me o coração de orgulho por mais uma vez ter sentido que representei tão bem os sabores em que acredito! 

O polvo foi o rei da festa mas os pimentos salteados que confecionei para presentear o prato foram "a cereja no topo do bolo"! Uma ideia muito bem recebida pelo público e bastante elogiada por aqueles que me deram a  honra de partilhar a sua opinião sobre este prato tão familiar! Ainda me lembro de alguém dizer: "Este arroz sem os pimentos salteados é como um dia de praia sem sol"!

Quem também esteve presente neste evento foi a Rádio Internacional de Odemira representada por Vítor Silva, que se juntou a mim numa entrevista onde falamos um pouco do meu trabalho, das minhas origens e do meu percurso!

Parabéns a toda a equipa da Associação Cultural Recreativa e Desportiva Zambujeirense, que mais um ano fizeram com que esta festividade fosse um verdadeiro sucesso! Obrigado por sempre nos receberem de braços abertos e nos fazerem sentir "da casa"! As fotos ficaram esplêndidas e refletem a essência da cozinha... Da nossa cozinha!

Deixo aqui as magníficas fotos fornecidas pela ACRDZ (Associação Cultural Recreativa e Desportiva Zambujeirense) e aproveito a oportunidade para deixar uma sentida homenagem... Ao grande amigo António Silva... Quis a vida que nos deixasse tão cedo... Saudade é a palavra e o sentimento que deixa! Obrigado por me ter trazido até este Festival e acolhido nesta terra, onde até hoje sou recebida com carinho e de braços abertos por toda a família! Fica a memória de um grande amigo que para sempre será recordado! As pessoas vêm e vão... Mas há pessoas que ficam para sempre!

Fica aqui o que para mim é o melhor do mundo... No melhor lugar do mundo...











Arroz de Polvo com Vinho Tinto e Pimentos Salteados

INGREDIENTES (4 PESSOAS)
1 Polvo da rocha (1,5Kg/1,8Kg)
1 Caneca de Vinho tinto
2 Folhas de Louro
Grãos de Pimenta preta
1 Cebola picada
4 Dentes de Alho picados
400g de Tomate maduro pelado
100g de Polpa de tomate
1 Caneca de Arroz carolino
1 Pimento vermelho
Azeite, Sal e Pimenta preta
Vinagre
Salsa e Coentros

PREPARAÇÃO
Coloque o polvo num tacho e junte o vinho, as folhas de louro e alguns grãos de pimenta. Tape o tacho e leve ao lume. Quando levantar fervura, mantenha em lume brando durante cerca de 30 minutos, até o polvo estar macio, tendo o cuidado de não deixar cozer demasiado. Retire do lume e deixe o polvo arrefecer por completo no líquido da cozedura. Reserve o caldo da cozedura, retirando as folhas de louro e os grãos de pimenta, e corte o polvo em pedaços. Reserve. Regue o fundo de um tacho com azeite e refogue a cebola e os alhos. Junte os tomates picados, a polpa de tomate, tempere com sal e pimenta e deixe apurar. Deite o arroz, envolva e acrescente 3 canecas do caldo reservado do polvo, compensando com água se for necessário. Cozinhe em lume brando, mexendo ocasionalmente, até o arroz estar macio. A meio da cozedura, adicione os pedaços de polvo e acerte o sal. No último minuto, junte um punhado de coentros picados grosseiramente. Retire do lume e deixe repousar alguns instantes antes de servir. Enquanto isso, regue o fundo de uma frigideira com azeite e salteie rapidamente o pimento cortado em tiras. Refresque com um pouco de vinagre e tempere com sal e pimenta moída na hora. Retire do lume, envolva um punhado de salsa picada e reserve. Guarneça o arroz de polvo com os pimentos salteados e algumas folhas de coentros e sirva de imediato.